Início | Hoje | Mais ▼
Acerca | RSS | Registar | Entrar

Reformados da CGD e PT ameaçam com os tribunais se ficarem sem subsídios de férias e de Natal

Os reformados da CGD e da PT, cujos fundos de pensões foram transferidos para o Estado em 2004 e 2010, ameaçam recorrer aos tribunais caso não recebam 14 meses de pensões, como está previsto para os reformados dos bancos privados.

Link para este artigo:

http://publico.pt/1525928

Artigos relacionados