Início | Hoje | Mais ▼
Acerca | RSS | Registar | Entrar

Relvas: "Não tenho condições anímicas para continuar"

Ministro diz que a decisão foi tomada há várias semanas em conjunto com o primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho. O ministro Adjunto e dos Assuntos Parlamentares disse esta quinta-feira sair das funções governativas pelo seu pé. “Saio por vontade própria. É uma decisão tomada há várias semanas, juntamente com o senhor primeiro-ministro. Saio apenas e só por entender que já não tenho condições anímicas para continuar”, afirmou o ministro numa declaração aos jornalistas.

Link para este artigo:

http://publico.pt/1590155

Artigos relacionados