Início | Hoje | Mais ▼
Acerca | RSS | Registar | Entrar

Narciso acusado de se apropriar de 17 mil euros e de iPhone

O ex-autarca, que vai a julgamento, terá criado negócio fictício para tirar dinheiro da associação a que presidia. Terá ainda participado à PSP o furto de um telemóvel para ter outro mais moderno, diz o MP. Em 2011, quando liderava a associação de solidariedade na qual terá montado um esquema para se apropriar de 17.500 euros, Narciso Miranda, segundo o Ministério Público (MP), terá também participado à polícia o furto de um iPhone 3GS que nunca deixou de estar em seu poder. De acordo com a acusação, esta queixa foi um mero ardil para o ex-autarca acompanhar o avanço da tecnologia.

Link para este artigo:

http://publico.pt/1661997

Artigos relacionados