Início | Hoje | Mais ▼
Acerca | RSS | Registar | Entrar

80 médicos arguidos prescreviam aparelhos auditivos a troco de dinheiro e férias

Exercem no SNS e no privado em todo o país. PJ sustenta que recebiam contrapartidas de três multinacionais produtoras dos aparelhos. Ofertas ultrapassam os 400 mil euros. Oitenta médicos foram recentemente constituídos arguidos no âmbito de uma investigação da Polícia Judiciária (PJ) por práticas de corrupção relacionadas com a prescrição de aparelhos complementares de terapêutica. Em causa estarão clínicos de todo o país que prescreviam aparelhos auditivos a troco de dinheiro, viagens de férias a destinos paradisíacos e bens de consumo, disse ao PÚBLICO fonte policial.

Link para este artigo:

http://publico.pt/1662519

Artigos relacionados