Início | Hoje | Mais ▼
Acerca | RSS | Registar | Entrar

Auditoria da Renault conclui inexistência de fraude de Carlos Ghosn em 2017 e 2018

Ghosn é acusado de ter escondido das autoridades tributárias valores milionários acordados com a Nissan desde 2011 e de violar a confiança da empresa ao tentar encobrir perdas financeiras pessoais. Uma auditoria interna lançada pela Renault sobre os elementos de remuneração de Carlos Ghosn, ex-líder da aliança automóvel Renault-Nissan-Mitsubishi Motors, concluiu pela inexistência de fraude nos anos de 2017 e 2018, foi anunciado esta quinta-feira, 10 de janeiro.

Link para este artigo:

http://www.jornaldenegocios.pt/empresas/automovel/detalhe/auditoria-da-renault-conclui-inexistencia-de-fraude-de-carlos-ghosn-em-2017-e-2018

Artigos relacionados