Início | Hoje | Mais ▼
Acerca | RSS | Registar | Entrar

Contra a barbárie

Bruno Bravo, com um conjunto de atores exemplares, encena aquela que talvez seja a mais perfeita das peças de Tchekhov Em casa de Vânia está tudo de pernas para o ar. “Que confusão. O professor levanta-se ao meio dia, o samovar ferve a manhã toda, à espera dele. Dantes almoçávamos sempre à uma, como toda a gente, mas com eles cá só depois das seis. À noite o professor lê e escreve, e de repente às duas da manhã, toca a campainha. O que há? Quero chá!... que confusão!”, queixa-se Marina, a velha ama-seca lá de casa.

Link para este artigo:

http://expresso.sapo.pt/cultura/2019-02-10-Contra-a-barbarie

Artigos relacionados