Início | Hoje | Mais ▼
Acerca | RSS | Registar | Entrar

Bolívia: o desafio da democracia

O povo boliviano, fortemente afetado pela crise da covid-19, não deve, em hipótese alguma, reviver os trágicos acontecimentos de novembro de 2019. Está em jogo a responsabilidade de todos os atores políticos mas também da comunidade internacional. Desde a renúncia forçada de Evo Morales em 10 de novembro de 2019, após uma eleição polêmica, a Bolívia tem sido governada por um governo não eleito, que chegou ao poder com o apoio dos principais partidos políticos da oposição, em circunstâncias no mínimo confusas.

Link para este artigo:

http://publico.pt/1935647

Artigos relacionados